Educação, Cultura e Comunicação, Vol. 8, No 16 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

O professor-tutor do Programa Ensino Integral – PEI/SP: sujeito de autonomia?

Márcia Maria Dias Reis Pacheco, Cristiane Sampaio de Almeida Castro

Resumo


A percepção da condição de autonomia de professores-tutores de Ensino Médio ligados ao Programa Ensino Integral (PEI) proposto pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo é tema deste artigo, com a apresentação de sujeitos que se dividem entre apropriar-se explicitamente de sua condição de autonomia e relativizarem-na, ou negá-la, ponderando aspectos como o ‘tempo’ e a denominada ‘Avaliação 360º’. Conclui-se que os sujeitos, considerados todos de experiência, discorrem sobre sua condição de autonomia a partir do que as entrelinhas dos discursos permitem inferir do entendimento pessoal de tal construto, do quanto se sentem ou não pressionados pelas tarefas por que devem responder sob pena de exclusão do Programa e a partir do quanto, em termos documentais, as diretrizes idealizadas do PEI distanciam-se do contexto ‘estonteante’ em que se concretizam. Evidencia-se, apesar da divergência de olhares, o compromisso de todos com as ações possíveis a uma prática docente formadora da autonomia discente.


Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.