Educação, Cultura e Comunicação, Vol. 8, No 16 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

As instituições culturais e suas atribuições na produção da cultura

Thiago Costa Martins

Resumo


Vive-se num ambiente constituído por manifestações, símbolos, artefatos e sujeitos que se expressam e se entendem através de diferentes dimensões, escalas e condições de interação. Um mundo de significados que o homem tece dentro das múltiplas dimensões de tempo/espaço, visto como cultura e sendo central no macro e no microcosmo social, com suas ações, relações e instituições. A região das Missões do Rio Grande do Sul, oriunda da formação social dos Sete Povos indígenas guaranis pelos padres jesuítas espanhóis entre os séculos XVII e XVIII, é um exemplo da centralidade da cultura ao longo do tempo/espaço. Através da articulação entre cultura e instituições o estudo tem como problemática entender quais são as atribuições das instituições culturais na configuração da produção cultural. Metodologicamente o estudo foi configurado por meio de pesquisas bibliográficas, documentais e entrevistas em profundidade com indivíduos pertencentes a determinadas instituições regionais. A resposta conclusiva é a de que a instituição cultural é um conjunto estruturado, multidimensional e complexo de relações sociais estendidas no tempo e no espaço, estabelecida a partir de valores e procedimentos comuns, atuando como mecanismo estruturante dos comportamentos e das práticas culturais, sendo a ela atribuídas as características de regulação, normatização, cognição, legitimação, mediação e organização dos processos existentes na produção cultural.


Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.