Educação, Cultura e Comunicação, Vol. 8, No 16 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

YouTube, infância e subjetividades: o caso Julia Silva

Renata Oliveira Tomaz

Resumo


Um dos objetivos da pesquisa à qual este artigo está vinculado é compreender as condições de possibilidade da passagem de uma infância moderna para uma infância contemporânea, no contexto brasileiro da virada do século. Nessa perspectiva, o artigo investiga como os youtubers mirins, crianças com centenas de milhares de assinantes em seus canais no YouTube, constroem modos de ser e estar no mundo através da produção e divulgação de seus vídeos. A análise se ampara no seguinte argumento: uma vez que “os muros da vida privada” tenham sido fundamentais na construção de uma infância moderna, sua erosão está permitindo a visibilidade crescente das crianças e sua colonização na esfera pública, contribuindo para o surgimento de novas concepções de infância. Dentre as conclusões preliminares desse estudo está a de que ser famoso ou uma celebridade figura uma possibilidade de ser criança na contemporaneidade.


Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.