Crise ambiental e literatura em José Saramago

Autores

Palavras-chave:

Saramago, Literatura, Flora, Fauna

Resumo

O presente estudo, ainda que sucinto, objetiva demonstrar a importância que José Saramago atribuía à preservação e ao respeito aos animais a partir de suas obras literárias, de seus diários e de suas entrevistas. Desse modo, ao fazermos a intervenção literária de Saramago voltar para tais questões, foi possível concluir pela imediata mudança nas atitudes humanas, com a necessidade de transformar nossas próprias ações para evitar atos desrespeitosos e destrutivos que tiram a vida de animais, destrói biomas e assoreia rios, como muito bem nos alertou Saramago ao observar que as mazelas ambientais fizeram com que o rio despoluído, as figueiras e as oliveiras centenárias, bem como os lagartos de sua Azinhaga natal sobrevivessem apenas em sua memória.

Biografia do Autor

Daniel Vecchio Alves, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui formação interdisciplinar nas Ciências Humanas: é Doutor em História pela UNICAMP, onde foi pesquisador do CNPq. É Mestre em Estudos Literários e Licenciado em História pela UFV, onde foi pesquisador da CAPES. Possui também formação na área educacional, com especialização em Docência no Ensino Superior pelo SENAC-SP e com mestrado em Educação e Tecnologias Digitais pela ULISBOA. Atualmente, é pesquisador de Pós-Doutorado em Estudos Literários pela UFRJ, com bolsa da FAPERJ/Pós-Doutorado Nota 10.

Downloads

Publicado

2022-05-05