Discursos Organizacionais no evento Festival Folclórico de Parintins-AM – BID

Autores

Palavras-chave:

Folkcomunicação, Folkmarketing, Comunicação Mercadológica, Festival Folclórico de Parintins, Evento

Resumo

O estudo tem por objetivo avaliar a percepção dos públicos do Festival Folclórico de Parintins no que tange aos aspectos e fatores ambientais de comportamento do consumidor baseados na cultura e subcultura dos grupos de referência em questão: Garantido e Caprichoso. A problemática da pesquisa concentra-se na reflexão de que a identidade de cada sociedade, quando apropriada pelas marcas, ganha preferência frente à possível difusão de preceitos de outras culturas. A investigação é amparada pelos métodos da pesquisa teórica, exploratória, empírica e qualitativa. Justifica-se por ser fenômeno inserido no contexto de essencialismo estratégico feito por organizações em seus produtos, bens e serviços. Como amparo teórico, recorre-se, sobretudo, aos estudos de Beltrão (1980), Marques de Melo (2013) e Lucena Filho (2012) e às teorias da Folkcomunicação e Folkmarketing, genuinamente brasileiras. Os resultados revelam que conhecer o público-alvo e sua cultura local incidem diretamente nos efeitos da comunicação mercadológica.

Biografia do Autor

Ana Paula Miranda, Universidade Católica de Brasília, Brasília/DF

Publicitária, Jornalista, doutoranda em Comunicação (PPGCOM/PUCRS), mestre em Comunicação (PPGCOM/UCB), especialista em Gestão de Marketing (ICESP), membro da rede de pesquisadores da Folkcomunicação (Rede Folkcom). 

Robson Dias, Universidade Católica de Brasília (UCB)

Jornalista, Relações Públicas, mestre e doutor em Comunicação. Professor e pesquisador do PPGCOM/UCB, linha Estratégia e Gestão Comunicacional.

Downloads

Publicado

2022-07-01

Edição

Seção

Artigos