Da fotografia a mobgrafia

novos pensamentos e dinâmicas comunicacionais da imagem na era da mobilidade

Autores

Palavras-chave:

Comunicação, Dispositivos Móveis, Fotografia, Imagem, Mobgrafia

Resumo

O presente texto busca refletir sobre os novos pensamentos e dinâmicas comunicacionais quando as imagens tocam o real (Didi-Huberman, 2012) – no caso da fotografia, passando pelo surgimento da fotografia (imagem técnica), a imagem digital, por meio da fotografia digital, até chegar na imagem mobgráfica, por meio da mobgrafia (Castro, 2020), a fotografia com dispositivos móveis. Partimos de uma perspectiva comunicacional, para discutir sobre as transformações atravessadas pelas imagens em relação aos avanços tecnológicos pelos quais a fotografia passou. Pretendemos demonstrar como as tecnologias transformam as imagens e como novos pensamentos e reflexões sobre as dinâmicas comunicacionais operam no contexto da era da mobilidade (Santaella, 2007).

Biografia do Autor

Karine do Prado, Programa de Pós-graduação em Comunicação - Universidade Federal de Goiás

Doutoranda em Comunicação no PPGCOM (UFG), Mestre em Comunicação, Cultura e Cidadania e Bacharel em Publicidade e Propaganda pela mesma instituição. Atualmente é professora nos Centros Universitários UniAraguaia e UniCambury nos curso de Publicidade, Jornalismo e Fotografia. Membro do Núcleo de Pesquisa em Teoria da Imagem (Cnpq/UFG).

Ana Rita Vidica, Universidade Federal de Goias

Doutora em História pelo Programa de Pós-graduação em História/UFG (2017) com doutorado sanduíche na École des Hautes Études em Sciences Sociales (EHESS-Paris / PDSE-CAPES), Mestre em Cultura Visual (FAV/UFG) e Bacharel em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda (FIC/UFG). Docente do Programa de Pós-graduação em Comunicação (PPGCOM/UFG) e da Graduação em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda (FIC/UFG), vice-coordenadora do Núcleo de Pesquisa em Teoria da Imagem (Cnpq/UFG) e participa do Grupo de Pesquisa REdArtH – Rede Internacional de Pesquisa em Educação, Arte e Humanidades.

Downloads

Publicado

2022-07-01

Edição

Seção

Artigos