Escrita acadêmica:

relações entre teoria, prática e seus desafios no Programa de Mestrado em Educação – Unioeste, campus de Francisco Beltrão

Autores

Palavras-chave:

Escrita acadêmica, Alfabetização, Conhecimento, Gêneros textuais

Resumo

Este trabalho objetiva relatar experiências da disciplina de Tópicos Especiais em Cultura, Processos Educativos e Formação de Professores - Escrita Acadêmica. Esta disciplina eletiva é a primeira vez que está inserida no currículo do Programa de Pós-Graduação em Educação – Mestrado, Área de Concentração: Educação, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Campus de Francisco Beltrão. O objetivo do relato é partilhar algumas das práticas da escrita acadêmica, relatar as dificuldades e facilidades para produzir textos científicos, valorizar a importância da alfabetização acadêmica e evidenciar a necessidade da escrita nos espaços acadêmicos. Serão apresentados fatos ocorridos nesta aquisição de conhecimentos e será utilizada a metodologia de pesquisa bibliográfica a partir de estudos científicos realizados por autores referentes a esta temática. Também foi adotado questionário através do google forms, com questões objetivas e subjetivas que proporcionaram às escritoras deste relato conhecer as narrativas, as percepções, as facilidades e dificuldades relacionadas à escrita acadêmica. Foram consideradas experiências e vivências na Jornada do Centenário Paulo Freire, espaços de publicização da escrita acadêmica e a participação nas aulas que foi a mola que propulsionou este relato. Escrever este relato de experiências demonstrou que as dificuldades com a escrita acadêmica ainda é um desafio, pois escrever não é uma tarefa simples, exige rigorosidade cientifica, investimentos nos recursos financeiros e humanos. Foi possível observar que ainda as faculdades e universidades públicas e privadas precisam ficar atentas as demandas que exigem para o mundo do trabalho. Como este relato está voltado para a pesquisa acadêmica ainda se observa que nem todos os estudantes tiveram a oportunidade de participar dos programas de iniciação cientifica. Também é notório que a escrita acadêmica é uma atividade de todas as disciplinas podendo ser trabalhada de forma interdisciplinar, garantindo o ensino e a aprendizagem.

 

Biografia do Autor

Mayá Patricia Savian Prolo, Unioeste

Especialista em Controladoria, Auditoria Contábil e Planejamento Tributário, Mestranda em Educação pela Unioeste, campus Francisco Beltrão. Atualmente trabalha no Cresol Instituto, Analista de Comunicação e Relacionamento, responsável pela criação, roteirização, sistematização de conteúdos e metodologias de projetos educacionais para formação dos colaboradores, diretores, conselheiros e cooperados da Cresol (Cooperativa de Crédito) com abrangência nacional.

Lucília Gouveia, Unioeste

Especialista em Administração Supervisão e Orientação Educacional. Mestranda em Educação pela Unioeste, campus Francisco Beltrão. Atualmente trabalha como Coordenadora do Curso de Pedagogia da Faculdade de Ampére e na Rede Estadual de Educação, professora de Educação Especial.

Carina Merkle Lingnau, Unioeste

Doutora em Letras, Mestre em Educação. Professora colaboradora no curso de pós-graduação stricto sensu em Educação da Unioeste, campus Francisco Beltrão.

Downloads

Publicado

2022-07-01

Edição

Seção

Artigos