Tambores Afrobaião

Perspectivas culturais e formativas de corpos musi-dançantes

Autores

Palavras-chave:

Música percussiva, Dança contemporânea, Processo criativo, Formação

Resumo

O texto reflete e problematiza sobre o contexto do ensino de percussão exercido de modo integrado com o ensino de dança contemporânea por meio das experiências de aprendizagem de adolescentes e jovens que constituem o Grupo Tambores Afrobaião e que estão em um processo formativo promovido pelo Ponto de Cultura Galpão da Cena, localizado no município de Itapipoca-CE. Objetiva analisar as possibilidades criativas e expressivas geradas a partir da formação em percussão e dança do referido Grupo. O estudo segue as premissas da pesquisa qualitativa, assim como seus procedimentos básicos: observação, entrevistas individuais e discussões coletivas (com dois professores e quatro integrantes do Grupo Tambores Afrobaião), sinalizando a importância dos processos criativos para a formação humana dos integrantes do Grupo. Foi realizada ainda uma revisão bibliográfica no sentido de encontrar um suporte teórico que fornecesse ideias sobre processos criativos, estudos de linguagem (artística), educação musical e africanidade. Como referenciais teóricos, foram incorporadas as ideias de autores como Ostrower (2009), Bakhtin (1990; 2003; 2009), Fabião (2008), Tinhorão (2008), dentre outros. A investigação trouxe alguns resultados com base nas análises feitas, como o fato de que o trabalho do Grupo compõe-se de uma base estética com referências culturais afro-brasileiras, bem como desenvolve ações formativas e de criação artística, mesmo que de modo não tão sistemático, apesar da importância da sua atuação no cenário artístico cearense, especialmente no período carnavalesco, quando elabora performances, apresentando-se nas ruas com o Bloco Afrobaião, além de organizarem e participarem de outros eventos artísticos e formativos.

Biografia do Autor

Ana Cristina de Moraes, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Pós-doutora em Educação (Universidade Federal do Ceará – UFC). Doutora em Educação (Universidade Estadual de Campinas-SP – UNICAMP). Mestra em Educação (UFC). Especialista em Metodologia do Ensino de Artes (Universidade Estadual do Ceará – UECE). Graduada em Arte-educação (UniGrande) e em Serviço Social (UECE). Professora Adjunta da UECE. Vinculada aos Programas de Pós-Graduação em Educação da UECE – PPGE – e ao Mestrado Acadêmico Intercampi em Educação – MAIE. Líder do Grupo de Pesquisa: Investigações em Arte, Ensino e História – IARTEH. Endereço eletrônico: cris.moraes@uece.br  

Iranilson de Sousa Carneiro, Rede de Ensino da Prefeitura de Fortaleza

Mestre em Artes da Cena (Instituto de Artes – Universidade Estadual de Campinas-SP UNICAMP). Licenciado em Pedagogia (Universidade Estadual do Ceará – UECE). Músico – baterista e percussionista. Integrante do Grupo Dona Zefinha. Arte-educador. Professor efetivo da Rede Municipal de Ensino de Fortaleza-Ce. Endereço Eletrônico: manobatera@hotmail.com

Downloads

Publicado

2021-07-01

Edição

Seção

Artigos