A alfabetização científica e o letramento científico frente às fake news do novo coronavírus

Autores

Palavras-chave:

notícias falsas, ensino de ciências, coronavírus

Resumo

Por ter sido descoberto e anunciado no final de 2019 e início de 2020, pouco se conhece sobre o novo coronavírus, e embora existam as táticas universais de contingência e as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e demais organizações nacionais e internacionais, a COVID-19 tem se mostrado uma doença grave, causando milhares de mortes, comoção e medo em toda a população mundial. Esse cenário faz com que as pessoas sejam movidas por uma “esperança de melhora” e a necessidade urgente de uma descoberta para a cura, fazendo com que muitos promovam soluções sem comprovações científicas para este problema, e as divulgam pela internet. Assim, o artigo visa destacar a importância da alfabetização científica e do letramento científico diante deste contexto atual, desmistificando uma notícia falsa utilizando da compreensão científica do conteúdo que esta apresenta. Para isso, utilizou-se como exemplo algumas das fake News circuladas na internet relacionadas ao novo coronavírus, e identificou-se suas alterações em relação ao conteúdo científico que as sustentam.

Biografia do Autor

Jéssica Gaudêncio, Universidade de Coimbra

Doutoranda em História das Ciências e Educação Científica na Universidade de Coimbra (UC) em acordo de cotutela com o Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Tecnologia, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Licenciada em Química pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e mestre em Ensino de Ciências pela Universidade de São Paulo (USP). É investigadora da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e integrante do grupo de pesquisa História das Ciências e Educação Científica do Centro de Física da Universidade de Coimbra (CFIsUC).

Downloads

Publicado

2021-07-01

Edição

Seção

Artigos