Percepção da família sobre a atuação da equipe multidisciplinar de um Centro de Atenção Psicossocial no município de Campos dos Goytacazes – RJ

Autores

Palavras-chave:

Saúde mental, CAPS, Multidisciplinaridade

Resumo

Os distúrbios mentais são relatados historicamente desde as civilizações remotas, onde o doente vivia excluído da sociedade e do convívio familiar. A Reforma Psiquiátrica (final dos anos 70), impactou diretamente o modelo assistencial em saúde mental no Brasil, passando de uma uma concepção hospitalocêntrica para um modelo assistencial  onde o doente mental pudesse ser reincluído na sociedade e família. Pesquisas apontam que cerca de 30% de pessoas adultas no mundo sofrem com algum tipo de transtorno mental, neste contexto se insere a atuação de uma equipe multidisciplinar, que tem como função prestar uma assistência complete e humanizada ao paciente psiquiátrico. Este estudo tem como objetivo avaliar a importância da atuação da equipe multidisciplinar no processo de reabilitação do paciente psiquiátrico através da percepção dos familiares. Esta pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética de Pesquisa com Seres Humanos, seguido pelo protocolo com o respectivo número de aprovação: 0058.0.413.000-11. Foram aplicados 15 questionários (um questionário por familiar de paciente, eleito como parente de maior vínculo com o paciente). Os dados foram colhidos no CAPS III da cidade de Campos dos Goytacazes/ RJ. De acordo com a análise dos dados coletados junto aos familiares dos pacientes, pudemos comprovar a importância da atuação da equipe multidisciplinar como sendo de extrema relevância na assistência ao paciente com transtornos mentais, favorecendo a adesão ao tratamento proposto e à manutenção da terapêutica proposta, auxiliando assim na reinserção desses indivíduos à sociedade.

Biografia do Autor

Priscila Leite Loiola Ribeiro, Universidade Federal Fluminense

Doutoranda em Ciências e Biotecnologia pela Universidade Federal Fluminense. Mestre em Diversidade e Inclusão pela Universidade Federal Fluminense (2019). Possui especialização em Gestão e Enfermagem do Trabalho pela Universidade Candido Mendes (2019). Possui especialização em Enfermagem em Terapia Intensiva com Ênfase Adulto e Neonatal pela Faculdade integrada de Patos (2014). Possui graduação em Enfermagem pelo Institutos Superiores de Ensino do Censa (2012). Tem experiência com produção de materiais didáticos inclusivos na perspectiva da surdez e atua nas áreas de desenvolvimento de ferramentas para a divulgação científica e educação inclusiva.

Downloads

Publicado

2021-07-01

Edição

Seção

Artigos