Passeios remotos

Uma discussão sobre o impacto da covid-19 na rotina dos professores e alunos em preparação para o enem no estado de Pernambuco

Autores

Palavras-chave:

Ensino médio, Pandemia, Ensino remoto

Resumo

O presente artigo busca compreender o impacto provocado pelo isolamento social imposto pela propagação da COVID-19 na rotina dos estudantes em preparação para o Enem no Estado de Pernambuco. Trata-se de um estudo de caráter qualitativo, orientado pela “netnografia”, com base em um corpus analítico situado no canal EDUCA-PE e nos questionários aplicados com estudantes e professores da rede de ensino.  O estudo indica que as medidas emergenciais tomadas não só alteraram a dinâmica e as práticas educativas, como colocaram em evidenciar barreiras estruturais que merecem ser consideradas. Assim, com base nos estudos realizados por Belloni (2008) Monteiro (2020) e Kozinets (2010) foi possível traçar um panorama reflexivo que pretende contribuir para análises futuras.

Biografia do Autor

Tícia Cassiany Ferro Cavalcante, UFPE

Doutora em Psicologia Cognitiva, pela Universidade Federal de Pernambuco. Professora Associada III do Departamento de Psicologia e Orientação Educacionais, Centro de Educação, UFPE. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação, UFPE. Líder do Grupo de Estudo e Pesquisa em Acessibilidade e Inclusão – GEPAI.

Raphael Alves da Silva, Universidade Federal de Pernambuco

Doutorando em Educação, pela Universidade Federal de Pernambuco. Professor de Produção textual no Grupo Máximo Educacional e professor conteudista na UAB/UFPE, no curso de Letras.

Downloads

Publicado

2021-07-01

Edição

Seção

Artigos