A percepção da comunidade acadêmica dos Institutos Federais sobre a marca IF

Autores

Palavras-chave:

Marca IF, Orgulho e pertencimento, Consolidação dos Institutos Federais

Resumo

Este artigo buscou, como objetivo geral, analisar a percepção da Comunidade Acadêmica dos Institutos Federais em relação à identidade visual que representa essas instituições. Nessa perspectiva, buscou-se verificar, entre outros, se a Marca IF foi relevante na consolidação da imagem dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, identificar o grau de importância, orgulho e pertencimento da comunidade interna dos IFs em fazer parte dessas instituições, e, por fim, verificar se a Marca IF é reconhecida pela sociedade como símbolo de uma instituição federal de educação profissional. Para embasar a pesquisa, utilizou-se como fundamentação teórica conceitos sobre criação, importância, valor e comunicação de uma marca. O estudo em comento caracteriza-se como uma pesquisa científica por meio do método Survey, com abordagem quantitativa objetivando a descrição dos dados coletados. O método de investigação consistiu em três etapas: a primeira com a pesquisa bibliográfica, que forneceu o embasamento teórico para tratar de conceitos relacionados à Marca; a segunda, com aplicação de um questionário online, composto por 17 questões fechadas; por fim, a terceira etapa, com a análise de dados compreendida em três tópicos: a) pré-análise - fase de organização, com recorte das informações a serem analisadas; b) exploração do material, por meio de categorização de respostas ao questionário, e por fim, c) interpretação dos resultados da etapa anterior. Os dados obtidos evidenciaram que as 11.192 (onze mil, cento e noventa e duas) respostas ao questionário, com representações de todos os 38 IFs, demonstram uma percepção positiva de alunos e servidores em fazer parte dessa Rede de Instituições, que optaram por uma única marca para representá-las. A Marca IF se mostrou, conforme respostas, fator relevante para a consolidação da imagem das instituições que representa.

 

Biografia do Autor

Rejane Araújo, Instituto Federal de Brasília

Mestre em Administração Profissional pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Especialista em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), Especialista em Metodologia do Ensino Superior pela Faculdade São Lucas de Porto Velho (RO), com graduação em Letras Português/Inglês pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São José do Rio Pardo. Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Brasília, do Campus Riacho Fundo. Atuou como Assessora na Secretaria de Educação Profissional e Tecnologia(SETEC/MEC), foi Diretora de Ensino, Pesquisa e Extensão do Campus Riacho Fundo do IFB e atuou no planejamento e organização de eventos (Fórum Mundial de Educação Profissional, SBPC, Oficinas e Desafios de Projeto, Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, CONECTA IF.

Sandra Maria Branchine, Instituto Federal de Brasília

Mestranda em Inovação em Comunicação e Economia Criativa, Bacharel em Administração de Empresas pela União Pioneira de Integração Social, Especialização em Gestão de Marketing de Serviços, Especialização em Organização e Gestão de Eventos, ambas pela União Pioneira de Integração Social e, Especialização em Gestão Estratégica nas Organizações Públicas pelo Centro Universitário Projeção. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília (IFB), na área de Hospitalidade e Lazer. Atualmente exerce o cargo de Diretora de Comunicação Social do IFB. Tem experiência na área de planejamento e gestão de eventos, atuando principalmente nos seguintes temas: Fórum Mundial de Educação Profissional, Expotec/SBPC, jornadas científicas, oficinas e desafios de inovação, Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e ConectaIF Encontro Nacional da Educação Profissional e Tecnológica.

Aléssio Trindade de Barros, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba

Doutor em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Campina Grande, Mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal da Paraíba, Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal da Paraíba, Técnico em Eletrotécnica pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Medidas Elétricas, Magnéticas e Eletrônicas; Instrumentação. Atuando principalmente nos seguintes temas: Estimulação Tátil, Engenharia de reabilitação, surdo, Educação Especial. Professor titular do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. Atuou como Secretário da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (SETEC/MEC), foi Secretário de Educação do Estado da Paraíba, atuou como Especialista/Consultor da SETEC/MEC.

Downloads

Publicado

2021-07-01

Edição

Seção

Artigos