Percepções dos professores de uma escola da rede pública do Distrito Federal sobre a Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA)

Autores

Palavras-chave:

Políticas Públicas Educacionais, Avaliação Nacional da Alfabetização, Bloco Inicial de Alfabetização, Distrito Federal

Resumo

Este artigo teve por objetivo analisar como a Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA) é percebida pelos professores do Bloco Inicial de Alfabetização (BIA) de uma escola classe da rede pública de ensino do Distrito Federal (DF). Para o estudo foi realizada uma pesquisa básica, exploratória com abordagem qualitativa. Para compor a pesquisa foram coletados dados por meio de questionário com os professores do BIA e entrevista com um membro da equipe diretiva. Considerando o objetivo da ANA de inserir-se no BIA numa perspectiva de avaliar para redirecionar o processo de ensino-aprendizagem em sala de aula e, também de induzir a produção de políticas educacionais voltadas à melhoria da qualidade da alfabetização no país, os resultados da pesquisa indicam, na percepção dos professores que atuam nas classes de alfabetização da escola pesquisada, a existência de um distanciamento entre o objetivo a que se propunha a ANA e a sua prática real.

Biografia do Autor

Thamara Maria de Souza, Universidade Cat

Pedagoga, Psicopedagoga Clínica e Institucional, Especialista em Gestão Pedagógica e Recursos Humanos, Mestre em Educação. Professora da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal. Linha de Pesquisa: Política, Gestão e Avaliação da Educação.

Robson Dias, Universidade Católica de Brasília (UCB)

Jornalista, Relações Públicas, mestre e doutor em Comunicação. Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica de Brasília (PPGE/UCB). Linha de Pesquisa: Política, Gestão e Avaliação da Educação.

Downloads

Publicado

2021-07-01

Edição

Seção

Artigos