Jornalismo Literário

A produção do livro–reportagem no curso de comunicação social/Jornalismo da UFAM/Parintins

Autores

Palavras-chave:

Livro-reportagem. Jornalismo literário. Acadêmicos. Comunicação Social/ICSEZ.

Resumo

Este trabalho estuda o gênero livro-reportagem como modalidade acadêmica, com o objetivo de verificar o uso de recursos estilísticos e narrativos do jornalismo literário nos livros-reportagem produzidos pelos acadêmicos de Comunicação Social/Jornalismo do Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (ICSEZ) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Na construção do embasamento teórico foram utilizados os estudos de Edvaldo Pereira Lima (2009), Pena (2006), Bulhões (2006) e outros autores que tecem sobre este gênero e acerca do jornalismo literário. Tomamos como corpus de estudo os livros: Abordo de um pesado, Além do Silêncio, Boi Campineiro, Toada: o canto do Amazonas e Juruti antes e após a Alcoa. Com a investigação foi possível identificar características do jornalismo literário nos livros- reportagem estudados como narratividade, uso de diálogos, imersão, humanização do relato e estilo próprio e voz autoral.

Biografia do Autor

Hellen Cristina Picanço Simas, UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS

Doutora em Linguística, professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFAM e do curso de Comunicação Social/Jornalismo do ICSEZ/UFAM. Email: india.parintintins@gmail.com

Sebastião Nascimento, Universidade Federal de Tocantins - UFT

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Sociedade da Universidade De Tocantins – UFT, graduação em Comunicação Social/Jornalismo da UFAM

Downloads

Publicado

2021-01-01

Edição

Seção

Artigos