El neopolicial en Argentina: reescrituras paródicas y estilizaciones en el género del crimen

Autores

  • Fabián Gabriel Mossello UNIFATEA

Palavras-chave:

Literatura Argentina, Neopolítica, Reescritas, Paródias, Estilizações

Resumo

: O objetivo do trabalho que propomos é fazer um tour pelas principais contribuições à série policial contemporânea na Argentina. Estamos falando da chamada neopolícia que revitalizou os escritos do gênero crime a partir de uma proposta temática e formal, mais próxima da visão de mundo do nosso continente. Para tanto, apresentaremos, em primeiro lugar, uma refl exão sobre um dos pioneiros no campo da nova fi cção policial, Osvaldo Soriano e seu romance Triste, solitário y fi nal (1973). Em segundo lugar, nos referiremos a um novo espaço de escrita policial que surgiu recentemente na Argentina, que segue os passos marcados por aquele autor e que apresenta características enunciativas inéditas, tanto na redistribuição  de papéis quanto de lugares para as peças-chave do gênero como como -o detetive, a polícia, a investigação, o(s) agente(s) do crime, o crime, o enigma e a verdade-bem como pela leitura do mapa corporativo latino-americano contemporâneo e sua crescente complexidade.

Downloads

Publicado

2022-04-28

Edição

Seção

Artigos